10 Motivos para realizar as manutenções preventivas:
  1. Você consegue gerenciar o envelhecimento das infraestruturas e equipamentos

  Uma nova máquina pode ser fácil de manter, mas ao longo do tempo exigirá um pouco mais de cuidado. Ter todos os dados e documentação, além de um histórico de manutenção da máquina armazenados em um sistema automatizado fará com que seja muito mais fácil manter um programa de manutenção preventiva á longo prazo e garantir uma boa gestão do envelhecimento dos equipamentos.

   2. Padronizar as melhores práticas de trabalho

  Com um sistema automatizado, é possível criar check-lists e outros sistemas de fluxo de trabalho para definir uma consistência de trabalho e boas práticas. Isso traz benefícios para todas as tarefas, inclusive o teste para solução de problemas, pois fornece uma visão geral bastante sólida sobre cada passo que foi dado com relação aos recursos e ativos do empreendimento.

  3. Limitar a quantidade de sucata de fabricação e o retrabalho

  Sucata e retrabalho, acontecem quando os sistemas estão quebrados e o produto permanece parado durante muito tempo, enquanto os técnicos correm para resolver o problema. O produto defeituoso é descartado ou retrabalhado através do sistema, o que requer energia e gera resíduos. Com uma gestão de manutenção, basta agendar os reparos antes de ocorrer uma avaria, permitindo que você trabalhe em ativos enquanto eles não estão sendo usados.

    4. Obtenha atualizações em tempo real

  Um sistema automatizado permite armazenar, indexar e atualizar informações de ativos em tempo real, como procedimentos, logs de erros, manuais e esquemas. Isso permite aos usuários acessar informações críticas quando eles precisam, e melhorar a resolução de problemas e os tempos de processamento de pedidos de trabalho.

    5. Acesse rapidamente informações históricas valiosas

  O envelhecimento da mão de obra e o alto volume de negócios são grandes desafios para as equipes de manutenção. Os técnicos possuem uma grande experiência, mas se essa experiência nunca for registrada, você arrisca a perda de informações organizacionais quando um técnico sai do seu empreendimento. Com esse sistema automatizado é possível reduzir o hiato do conhecimento, mantendo um registro atualizado para cada ativo.

    6. Gerar relatórios detalhados dos principais indicadores de desempenho (KPIs)

  É possível também acompanhar KPIs da empresa, o que ajuda você a ter uma boa idéia do desempenho geral de seus ativos. Ao analisar falhas de ativos, tempo de inatividade, utilização de recursos e padrões de gastos, você pode obter uma melhor visibilidade sobre onde concentrar seus esforços, identificar problemas de equipamentos crônicos e padrões de referência em relação aos padrões do setor.

    7. Automatizar pedidos de trabalho

  Mensagens de texto, notas adesivas e palavras-chave podem parecer uma maneira rápida de enviar um pedido de trabalho, mas esses “sistemas” correm um risco muito alto de serem perdidos ou esquecidos. Já em um software, por outro lado, você pode permitir aos funcionários registrar rapidamente e facilmente os pedidos de trabalho de terceiros. Isso elimina sistemas antiquados que utilizam papel, por exemplo ou até mesmo o uso de telefones tradicionais.

8. Obter maior controle sobre o estoque

  O software de gerenciamento de manutenção pode contabilizar peças, o que o ajuda a gerenciar fornecedores e vendedores ao mesmo tempo, ajudando a otimizar os níveis de inventário. Você pode configurá-lo para notificar usuários e fornecedores específicos para iniciar o reordenamento se e quando o estoque cai abaixo de um mínimo pré-estabelecido.

9. Maximizar a Eficiência

  A manutenção regular do equipamento otimiza as operações para que você possa executar o máximo com a máxima eficiência. Em média, segundo especialistas, a maioria das organizações operam com apenas 10% a 40% de eficiência e gastam 50% de seu tempo no trabalho de emergência.
Manter o funcionamento de seus equipamentos em um potencial ótimo aumenta o tempo de atividade, melhorando produção e reduzindo custos. O equipamento com pouca manutenção usa muito mais energia, resultando em custos aumentados que vão crescendo ao longo do tempo. Um equipamento com boa manutenção também reduz a sucata produzida por máquinas que operam em desempenho abaixo do esperado.

10. Economizar

  O tempo de inatividade não planejado causado pela falha do equipamento pode custar uma fortuna na produção perdida, para não mencionar os custos de reparação de emergência. De pagar horas extras aos técnicos até o custo da entrega de peças durante a noite, tudo é mais caro em uma emergência – especialmente quando uma linha de produção diminui.

Informações:

(11) 9.4030-4339 

(11) 9.7524-4900

escomaq@escomaq.com

www.escomaq.com

768px-Instagram_logo_2016.svg.webp
facebook_logo.jpg

Rua Natalino dos Santos Gonçalves, 220 - Villa Di Cesar - 08830-780 - Mogi das Cruzes - SP